top of page

Case de Sucesso: Redução de Queixas com Programa Integrado de Ergonomia e Ginástica Laboral

Atualizado: 26 de mai.

A sinergia entre os programas de saúde e bem-estar é fundamental para o acompanhamento da evolução de projetos e melhora da qualidade de vida dos colaboradores.


A integração desses programas não apenas beneficia o bem-estar físico, mas também promove o equilíbrio entre todas as áreas essenciais para o bem-estar integral, abrangendo o aspecto físico, social e mental.


Nesse case de sucesso, apresentaremos como um dos nossos clientes, um centro de distribuição industrial, conseguiu reduzir significativamente as queixas dos colaboradores em apenas 3 meses, por meio da aplicação integrada dos programas de Ergonomia e Ginástica Laboral.


Acompanhe essa trajetória!


Case de Sucesso - O Desafio

Nosso cliente enfrentava um cenário comum em muitos ambientes de trabalho, onde os colaboradores relatavam desconfortos físicos e apresentavam queixas de dores.


A ElevaLife realizou o estudo de queixas osteomusculares através do questionário Diagrama de Corllet, que consiste em uma ferramenta semi quantitativa de avaliação do desconforto postural por meio de um mapa de regiões corporais.


Para enfrentar esse desafio de diminuição de queixas osteomusculares, desenvolvemos e implementamos um programa integrado que uniu a prática de Ginástica Laboral, realizada duas vezes por semana com duração de 15 minutos, ao processo de avaliação e adequações Ergonômicas.

Ginástica Laboral ElevaLife

Plano de Ação

Após compreendemos os desafios enfrentados por esse cliente desenvolvemos um no plano de ação que resultou na redução de queixas e desconfortos.


Aqui estão algumas das etapas fundamentais que foram implementadas para aprimorar a qualidade de vida dos colaboradores e estabelecer um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo:

  • Implantação do programa de Ginástica Laboral integrado com o processo de Ergonomia;

  • Treinamento em Ergonomia para utilização correta das ferramentas e acessórios;

  • Adequação do posto de trabalho de acordo com a NR-17;

  • Treinamento em Ergonomia para movimentação manual de carga e posturas;

  • Implementação de rodízio entre os postos de trabalho e pausas para descanso;

  • Implantação de dispositivos elétricos auxiliares para a movimentação de cargas;

  • Estímulo à alternância postural durante a jornada de trabalho.


Resultados

Etapa 1: Diagnóstico e Avaliação (Janeiro de 2023)

Na primeira etapa do estudo, foram avaliados 199 colaboradores, sendo 43 mulheres e 156 homens, com idades variando entre 18 e 60 anos.


A maioria dos colaboradores (91%) trabalhava na área operacional, enquanto 9% estavam no setor administrativo.


Resultados na Área Administrativa:

- 6% relatou desconforto extremo nos ombros.

- 6% relatou muito desconforto na coluna lombar.

- 33% relatou moderado desconforto na coluna dorsal.

- 28% relatou moderado desconforto no pescoço.


Resultados na Área Operacional:

- 9% relatou desconforto extremo na região lombar.

- 8% relatou desconforto extremo nos pés.

- 6% relatou desconforto extremo nos joelhos.

- 12% relatou alto desconforto na coluna lombar.

Etapa 2: Após Implementação das Intervenções (Julho de 2023)

Na segunda etapa, participaram 208 colaboradores, 44 mulheres e 164 homens, com idades entre 18 e 60 anos.


Houve um aumento significativo na porcentagem de colaboradores que não relataram desconforto em várias regiões corporais, indicando a eficácia das intervenções implementadas.


Resultados na Área Administrativa:

- 12% relatou muito desconforto na coluna lombar.

- 12% relatou muito desconforto no pescoço.

- 18% relatou moderado desconforto no pescoço.

- 6% relatou moderado desconforto na coluna lombar.

- 6% relatou pouco desconforto nos ombros.


Resultados na Área Operacional:

- 0% relatou desconforto extremo.

- 6% relatou muito desconforto na região lombar.

- 20% relatou moderado desconforto na coluna lombar.

- 15% relatou moderado desconforto nos joelhos.

- 12% relatou alto desconforto na coluna lombar.


Conclusão

Fica evidente que priorizar o bem-estar dos colaboradores é fundamental para minimizar desconfortos e queixas nas empresas.


Ao combinar os programas de Ergonomia e Ginástica Laboral, através desse case, você pode ver que é possível alcançar resultados positivos mensuráveis. A redução das queixas de desconforto muscular, como evidenciado pelos números apresentados, ilustra isso claramente.


É importante destacar que a integração desses dois programas, juntamente com outras ações voltadas à qualidade de vida, é essencial.


Isso reforça a necessidade de prosseguir com tais esforços para criar um ambiente de trabalho saudável e aprimorar a saúde de todos os envolvidos.


Portanto, sabemos que este é um processo contínuo, e para alcançar resultados ainda mais significativos, é recomendado a sequência da integração dos programas em Ergonomia e Ginástica Laboral.


Isso garantirá um ambiente de trabalho cada vez mais saudável, propício ao bem-estar de todos com redução dos números de queixas e absenteísmo.


Sobre Nós

Somos uma empresa parceira dos times de RH e SST ​no cuidado ao colaborador e às exigências do trabalho.


Atuamos como um elo entre a empresa e seus colaboradores para fortalecer a cultura de saúde e bem-estar e os resultados de programas e benefícios!


Vamos elevar a saúde e qualidade de vida dos seus colaboradores? Solicite uma proposta personalizada agora mesmo!





Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page