top of page

Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR): Entenda a importância e obrigatoriedade

A segurança no trabalho é uma preocupação constante em qualquer empresa, independentemente do seu setor de atuação.


Dessa forma, o Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR) surge como uma ferramenta essencial para promover a segurança e a saúde no trabalho.


Ao garantir um ambiente de trabalho seguro, você não apenas protege os funcionários, mas também contribui para a produtividade e a reputação da empresa no mercado.


Neste artigo, vamos explorar o que é o PGR, sua importância e obrigatoriedade, além de esclarecer como as mudanças em relação ao antigo PPRA afetaram as empresas.


Acompanhe!


Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR): O que é?

O Programa de Gerenciamento de Riscos, conhecido como PGR, é um documento que visa identificar, analisar e controlar os riscos presentes no ambiente de trabalho.


Dessa forma, o seu principal objetivo é prevenir acidentes e doenças ocupacionais, garantindo um ambiente de trabalho seguro para todos os funcionários.


O PGR é uma evolução do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e tornou-se o principal documento de segurança no trabalho a partir de 2022.


Programa de gerenciamento de riscos.

Entendendo a Importância do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR)

A importância do PGR não pode ser subestimada, uma vez que ele desempenha um papel crucial na preservação da saúde e segurança dos trabalhadores.


Algumas das razões pelas quais o PGR é essencial incluem:


1. Prevenção de Acidentes

O PGR auxilia na identificação de potenciais riscos e na implementação de medidas preventivas para evitar acidentes de trabalho, que podem ser prejudiciais tanto para os funcionários quanto para a empresa.


2. Promoção da Saúde Ocupacional

Além de prevenir acidentes, o PGR também aborda a prevenção de doenças ocupacionais, considerando os riscos relacionados às atividades laborais, substâncias tóxicas e outros fatores que podem afetar a saúde dos trabalhadores.


3. Cumprimento Legal

O PGR é uma obrigação legal em muitos países, incluindo o Brasil.


Empresas que não cumprem os requisitos legais estão sujeitas a multas e penalidades, além de danos à sua reputação.


4. Melhoria da Produtividade

Um ambiente de trabalho seguro contribui para a melhoria da produtividade, uma vez que os funcionários se sentem mais confiantes e motivados quando sabem que sua segurança está sendo cuidadosamente considerada.


Obrigatoriedade do PGR

Com a substituição do PPRA pelo PGR em 2022, muitas empresas podem ter dúvidas sobre a obrigatoriedade desse novo programa.


É importante esclarecer que a obrigatoriedade do PGR é determinada pelo grau de risco da empresa e o número de funcionários.


De acordo com a Norma Regulamentadora NR 1 do Ministério do Trabalho e Emprego, o PGR é obrigatório para empresas que se enquadram nos seguintes critérios:


1. Empresas com grau de risco 3 ou 4, de acordo com o dimensionamento da NR 4, que considera a atividade econômica da empresa.


2. Empresas com 20 ou mais funcionários, independentemente do grau de risco.


3. Empresas com menos de 20 funcionários, mas que apresentem riscos específicos que justifiquem a elaboração do PGR.


Portanto, é fundamental que as empresas estejam cientes de sua obrigação de elaborar o PGR e que sigam as diretrizes estabelecidas pelas normas regulamentadoras para garantir o cumprimento legal.


Como elaborar um PGR efetivo

A elaboração de um PGR efetivo requer uma abordagem cuidadosa e sistemática. Aqui estão os passos essenciais para criar um Programa de Gerenciamento de Riscos eficaz:


1. Identificação de Riscos:

Comece identificando todos os riscos presentes no ambiente de trabalho, desde riscos físicos até riscos químicos e biológicos. Isso envolve uma análise detalhada das atividades, processos e materiais utilizados.


2. Avaliação de Riscos:

Após identificar os riscos, avalie sua gravidade e probabilidade de ocorrência. Isso ajudará a priorizar ações de controle.


3. Controle de Riscos:

Implemente medidas de controle para minimizar ou eliminar os riscos identificados. Isso pode incluir ações como aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), treinamento de funcionários e modificações nos processos de trabalho.


4. Monitoramento e Revisão:

O PGR não é um documento estático.


É crucial monitorar regularmente os riscos e revisar o programa conforme necessário, especialmente quando novos riscos surgirem ou quando ocorrerem mudanças nas operações da empresa.


5. Envolvimento dos Funcionários:

Inclua os funcionários no processo de gerenciamento de riscos, pois eles muitas vezes têm insights valiosos sobre os perigos no local de trabalho.


Conclusão

O Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR) é uma peça fundamental na busca por ambientes de trabalho seguros e saudáveis.


Sua importância vai além do cumprimento legal, pois se reflete na proteção dos trabalhadores e na melhoria da produtividade das empresas.


Com a substituição do antigo PPRA em 2022, é essencial que todas as empresas sujeitas à obrigatoriedade do PGR estejam cientes de suas responsabilidades e adotem uma abordagem cuidadosa na elaboração e implementação desse programa.


A segurança no trabalho deve ser uma prioridade de todas as empresas, independentemente de seu tamanho ou setor de atuação.


Ao entender o que é o PGR, sua importância e obrigatoriedade, os profissionais de segurança do trabalho podem desempenhar um papel fundamental na promoção da saúde e segurança de todos os trabalhadores!


Quer entender mais sobre promoção de saúde e segurança no trabalho? Leia o nosso artigo sobre o que são riscos ergonômicos e como geri-los.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page